quarta-feira, 27 de maio de 2015

Flatulência em excesso pode indicar má alimentação ou distúrbios intestinais

Foto: Thinkstock
A presença de gases no intestino é normal no ser humano, mas em certas situações eles podem causar sintomas como flatulência excessiva (mais de 25 flatos eliminados diariamente) e distensão abdominal. Normalmente são encontrados no trato gastrointestinal cerca de 200 ml de gases, principalmente nitrogênio, oxigênio, dióxido de carbono, hidrogênio e metano. Nenhum destes tem odor, sendo os gases sulfurosos responsáveis pelo cheiro desagradável.

Os gases podem ser deglutidos (especialmente em pacientes com transtornos de ansiedade), o que é chamado de aerofagia, ou produzidos no intestino. A aerofagia ocorre ao falar, deglutir alimentos sem a devida atenção, consumir bebidas gasosas e chicletes ou então ao fumar. A maioria do ar deglutido é eructado (arrotado) antes de chegar ao estômago. A produção intestinal de gases depende de vários fatores como dieta, microbiota, absorção de alimentos e motilidade intestinal.

Entre a dieta podemos destacar certas fibras e açúcares com maior potencial para fermentação. As questões relacionadas à microbiota, apesar de importantes, ainda são pouco conhecidas, mas sabe-se que o uso de medicamentos e alimentos que alterem as bactérias presentes no intestino é capaz de modular a quantidade e o odor dos gases produzidos. Algumas doenças relacionadas à alteração da absorção de certos compostos podem causar distensão e flatulência, cabendo destacar intolerância à lactose e síndromes de má-absorção. Pessoas com motilidade intestinal reduzida estão sujeitas a uma maior produção de gases, dado o maior tempo para a fermentação do alimento pelas bactérias e ao acúmulo de gases pelo período mais longo que estes permanecem no intestino.

Desta forma, entre as causas de problemas associados à presença de gases no trato gastrointestinal podemos citar:

Dieta composta de alimentos que resultam na formação de gases, como certas fibras e frutas
Intolerância a lactose
Doença celíaca
Parasitoses, especialmente a giardíase, que provoca dificuldade de absorção alimentar
Gastroenterite aguda
Hipomotilidade intestinal relacionada à neuropatia diabética, hipotireoidismo, medicamentos e a própria constipação
Síndrome do intestino irritável, pela alteração da motilidade intestinal e da sensibilidade à distensão pelos gases
Supercrescimento bacteriano em intestino delgado
Doenças inflamatórias intestinais, por levarem à síndrome da má-absorção
Neoplasias do trato digestório, mas geralmente elas possuem outros sintomas além dos relacionados aos gases
Cirurgias no trato digestivo
Adesões pós-cirúrgicas, chamadas de brida, podem levar à suboclusão ou obstrução intestinal, chamada de distensão acentuada
Insuficiência pancreática, por impedir a absorção adequada de alguns nutrientes.
A consulta com um clínico geral ou gastroenterologista é necessária para excluir doenças como aquelas definidas acima. Para tanto será feita anamnese e exame físico em busca de sinais de alarme como idade avançada, anemia, emagrecimento, hemorragia digestiva, história pessoal ou familiar de neoplasias, mudança de hábito intestinal. Com base nisso, podem ser necessários exames laboratoriais (com destaque para investigação de doença celíaca e parasitoses) e de imagem, como sigmoidoscopia ou colonoscopia, entre outros.

No tratamento destaca-se a adequação de dieta (diminuir a oferta de alimentos que levam a produção de gases, com destaque para a redução da lactose na dieta dos intolerantes a este açúcar, retirada completa do glúten naqueles com doença celíaca e dieta FODMAP nos indivíduos com síndrome do intestino irritável).

Pessoas com aerofagia excessiva devem entender o mecanismo da doença e, caso indicado, iniciar tratamento para ansiedade. A realização de atividade física é fundamental, pois auxilia a acelerar o trânsito intestinal e a modular a sensibilidade do intestino aos gases nele presentes. Preparados contendo ?-galactosidase estão disponíveis para serem adicionados em alimentos contendo carboidratos complexos de difícil digestão. O carvão ativado, apesar de não diminuir o volume de gases, é capaz de mudar o odor destes. Prebióticos e probióticos podem ser usados para alterar a microbiota intestinal. Existem no mercado preparações com lactase que podem ser adicionadas aos alimentos com lactose e evitar a produção de gases em pessoas com intolerância a este açúcar. Antibióticos são usados com o intuito de combater o crescimento bacteriano ou simplesmente de alterar a microbiota intestinal. Deve ser realizado ainda o tratamento específico de etiologias identificadas, como constipação, transtorno de humor, doenças infecciosas ou metabólicas, além de tantas outras causas possíveis.

Por fim, cabe lembrar que antes e durante viagens aéreas deve-se evitar o consumo de alimentos que levem a produção de gases, pois durante o voo tem-se a dilatação destes gases pela redução da pressão atmosférica, o que pode levar à sensação de plenitude, distensão e dor abdominal.
YAHOO

sábado, 23 de maio de 2015

Dica De Moda Para As Baixinhas

shutterstock_124584727
Muitas mulheres têm Dificuldades na hora de fazer a combinação correta, a gente sempre quer se sentir mais alta ou mais magra, enfim, tem sempre um detalhe para acertar, mas hoje a dica é para você mulher – que não está satisfeita com sua altura e busca por meio das roupas e calçados, Parecer Mais Alta, veja que não é tão difícil assim, confira as dicas.

Alongando A Silhueta Para Parecer Mais Alta –

Invista nas Saias De Cintura Alta, até a altura do joelho;
Blusas e vestido com Decote V;
Sempre vestidos do tipo Tubinho.
Tipos De Calças

As calças com Lavagem Escura; e Altas Na Cintura são as ideais para as baixinhas, e para você que está acima do peso Não Use Calças Com A Barra Dobrada, prefira os cortes retos que possam cobrir um pouco do seu sapato, assim você passa a impressão de silhueta alongada e de que está até uns quilos mais magra, nada de calças Corsário Ou Capri elas a deixarão com a impressão de mais baixinha.

Ótimo sábado !!!






Aniversariante do Dia !!!

ANA PAULA

PARABÉNS ANINHA FELICIDADES E TE DESEJO TUDO DE BOM E QUE VOCÊ
TENHA MUITO SUCESSO!!!

5 dicas para aumentar sua auto-estima

shutterstock_152534378
A auto-estima tem muito a ver com nossa imagem pessoal. Por sua vez, o que achamos de nós mesmas tem direta relação com nossa confiança e valorização. Auto-estima e amor próprio, portanto, andam sempre de mãos dadas. Essas dicas vão te ajudar a se encontrar e a aumentar a sua auto-estima:

Apesar de não parecer, todo mundo tem as suas inseguranças, não é apenas você que se preocupa com isso. Um dos caminhos rumo à auto-estima não é de gostar apenas do que você valoriza, mas aprender a valorizar tudo, mesmo os seus defeitos até as coisas positivas.
Não espere que sua auto-estima venha de outras pessoas. Construia a sua própria valorização pessoal. Não dependa de ninguém para se sentir bonita. A partir disso é que você vai perceber que os outros estão notando algo diferente em sua atitude.
Seja prática. Não adianta apenas ficar planejando coisas em sua mente. Além de valorização pessoal, é preciso também ir atrás dos meios para atingir os fins, como o planejamento de um maior cuidado com a beleza e a saúde no cotidiano,
Divirta-se no caminho. Não fique esperando atingir aquele peso para se sentir bonita. Ao longo do percurso para se sentir melhor consigo mesma, evite estabelecer metas que imponha condições. Por exemplo, se eu conseguir isso, eu vou me sentir melhor. Seja feliz com o que você é, ao mesmo tempo em que você procura evoluir.
Fuja da autocríticaexcessiva. É importante perceber o que existe que você não gosta para que possa iniciar uma mudança. No entanto, quem disse que precisamos ser perfeitos? Ou que precisamos agradar a todos?
Fina E Rica

O que a raiva nos diz da relação?

shutterstock_165365456
Quando algo está nos trazendo dor, de algum modo, ficamos com raiva. É uma forma de nos mantermos afastados da dor, de nos distanciarmos daquilo que nos fere de alguma maneira.  Para que haja raiva, não precisa que alguém venha, faça algo e nos machuque. A raiva também pode derivar da falta, daquilo que o outro não está fazendo, da falta da reciprocidade na relação, por exemplo, ou do desejo por uma maior atenção.

A raiva, apesar de ter um sentido, não precisa ser estimulada, entretanto, precisa ser aceita. Aceita no sentido de que deve ser levada em conta. É preciso pensar sobre ela e levá-la em consideração. Afinal de contas, ela indica que desejamos alguma mudança. Quando você está sempre estressada, sempre com raiva de alguma coisa, muito provavelmente quer dizer que algo do seu cotidiano está errado, algo que está em um lugar, você na verdade queria que estivesse em outro.

A raiva nos mostra que há algo mal resolvido, algo que precisa ser mudado. Muitas vezes, inclusive, temos raiva de nós próprios. Isso ocorre quando as nossas atitudes não estão de acordo com o ideal do que queremos ser. Esse sentimento, portanto, não é algo irracional que nos invade. Ele possui sempre algum sentido. A raiva sobre algum aspecto do relacionamento fala algo da nossa vontade de mudar. Pode ser de mudar o outro, de mudar a si mesmo ou mudar a dinâmica da relação, ou seja, ambos mudarem reciprocamente.

Aqueles que não sentem tanta raiva não necessariamente são mais felizes do que quem sente. Pode ser que quem não sente raiva apenas está conformado com a situação, não acredita mais em alguma mudança. É preciso, portanto, pensar na raiva para que ela não se torne prejudicial no nosso relacionamento. Não nos prejudique e prejudique quem está ao nosso lado.

Fina e Rica 

quinta-feira, 14 de maio de 2015

PRIMEIROS SOCORROS para cravos e espinhas!



cravos e espinhasEm primeiro lugar: Não esprema ou aperte! A pressão provocada pelas unhas ou pelas pontas dos dedos somente aumentará o trauma na pele deixando manchas vermelhas e pequenos hematomas que prolongarão a situação. A prioridade é neutralizar o quanto antes e fazer o possível para evitar cicatrizes, por isso de preferência não mexa!

Lave as mãos: As espinhas são pequenas inflamações causadas por bactérias e existem grandes chances de as suas mãos terem causado ou pelo menos agravado o problema! Durante o dia as nossas mãos são o principal veículo de bactérias e quando levadas ao rosto podem ocasionar obstruções e inflamações! Por isso manter as mãos limpas, ou ao menos longe do rosto é uma regra importante tanto para prevenir quanto para remediar o quadro.

cravos e espinhas

Deixe secar: A forma mais adequada de se livrar de uma espinha é esperando que ela “seque” sozinha. Também dá para fazer uso de produtos que acelerem o processo, mas o ponto mais importante a ser observado nos dois procedimentos é o controle da oleosidade e a proteção solar. A oleosidade faz com que a espinha demore mais para secar, e o sol pode fazer com que a lembrança desse problema fique gravado no seu rosto, por isso use produtos para controlar a oleosidade e evite pegar sol!

Cravos: Quanto aos cravos, o ideal é fazer uso de máscaras de limpeza que retiram a sujeira de dentro dos poros sem esforço, e a esfoliação também funciona tanto para retirar os cravos que já existem, quanto para evitar que outros apareçam. Manter a pele profundamente limpa é a forma mais eficaz de ficar longe desse problema.
FINA E RICA

Quando Eu Sei Que Estou Pronta Para Casar?


Escolher Casar é um momento especial, importante, único e mágico. Contudo, como saber a Hora Certa De Unir-Se Em Matrimônio? Afinal, isto não envolve só sentimentos de amor, paixão, desejo, é preciso saber administrar bem a vida a dois depois do enlace oficial.

Como ter a certeza de que está bem preparada para Os Altos E Baixos que o matrimônio oferece?

1º Analisar A Razão Para Querer Casar

A melhor razão para unir-se oficialmente com seu homem é o sentimento, pois haverá momentos bons e ruins no relacionamento e isso contará muito nas fases mais difíceis.

Nunca escolha Casar por conta de:

Melhorar sua condição financeira,
Para fugir dos problemas familiares,
Ou achar que só essa pessoa será capaz de amá-la.
2º Disposição Para Unidade

Viver a dois – por mais apaixonados que estejam – ainda é complicado.

Um dos fatores da complexidade do relacionamento é estar preparada para Despojar-Se Do Egoísmo E Abrir Mão De Certas Coisas. Nem todas têm essa facilidade. Principalmente aquelas que ficaram muito tempo morando sozinhas ou que são totalmente independentes.

Saber Compartilhar – entenda que quase tudo será dividido, esteja disposta a dedicar-se a um parceiro sem egoísmo.

3º A Forma Que Enxerga O Casamento

Muitas mulheres desavisadas acham que Casar é “um conto de fadas” ou é como “brincar de casinha”. Outras casam pré-determinadas a separarem-se quando o casamento fica difícil. Se estiver pensando assim, precisa fazer uma urgente reflexão.

É preciso ter a sabedoria que: Duas pessoas imperfeitas, de personalidades diferentes, com criação bem distinta, viverão sob o mesmo teto e isso requer ajustes sempre!

No dia a dia será necessário um bom “jogo de cintura” para contornar situações indesejadas. O Amor Precisa Estar Diretamente Ligado Com A Paciência. E jamais deixar que os desentendimentos virem rotina.

Se você não for madura quanto a este assunto e já estiver pensando em separação antes mesmo da união, com certeza, não dará certo.

Enfim, se listando os pontos positivos e negativos, o saldo for proveitoso, você está aí esperando o quê? Vá em frente e seja feliz!

 FINA E RICA

Só Pra relaxar !!!

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Lembrancinha de maternidade: modelos fofos e dicas para a escolha

A chegada de um bebê é um momento importante – não apenas para a nova mamãe e novo papi, mas também para seus parentes e amigos. Assim sendo, é natural que as pessoas queiram compartilhar esse momento umas com as outras.

Na sua preparação para receber quem for conhecer o novo membro da família, pensar em uma lembrancinha para os visitantes é um costume tradicional e muito bacana para, além de compartilhar seu momento, agradecer aqueles que pensaram em você e foram te visitar e conhecer o bebê na maternidade.
Preparar um cantinho no hospital ou maternidade, organizando as lembrancinhas para oferecer às pessoas que aparecem para visitar é comum. Mas, quem preferir receber as visitas quando já estiver em casa também pode reservar um cantinho para as lembrancinhas, com a vantagem de estar no próprio espaço.

A escolha das lembrancinhas, porém, pode causar dúvidas, principalmente em mamães de primeira viagem. Afinal, a variedade de modelos e possibilidades é tão extensa que pode ficar difícil decidir o que é melhor para você e seus visitantes, mas ainda caiba no seu bolso. Planejando-se você consegue organizar o necessário e acertar na escolha nas lembrancinhas. Confira as dicas!

Como decidir a quantidade certa
Decidir a quantidade necessária de lembrancinhas para atender os visitantes nem sempre é fácil e não existe uma ciência exata para isso. Para diminuir as chances de errar, com a falta ou com o desperdício, o primeiro passo é listar todos aqueles que provavelmente passarão para conhecer o bebê ainda na maternidade.

“A quantidade deve ser feita de acordo com o número de pessoas que se espera receber para a visita. Porém, é melhor sobrar do que faltar. Baseado na quantidade prevista, sempre aconselhamos o cliente a fazer 20% a mais”, é a dica de Anderson Lé, da Baby.art.br, loja especializada em lembrancinhas. “O que sobrar na maternidade pode ser entregue para as pessoas que visitarem em casa”, completa.

Se você se programou para receber as visitas apenas em casa, é possível que o número de pessoas seja maior do que seria no hospital ou maternidade. Nesse caso, além de considerar quem virá, tente estabelecer um período para a distribuição (durante a primeira semana, por exemplo) para não ficar refém de uma quantidade imensa de lembrancinhas.

O modelo de lembrancinha também pode influenciar na decisão da quantidade a ser adquirida. “Se for algo mais simples ou que seja comestível, o ideal é uma unidade por pessoa. Já lembrancinhas de maior custo e sofisticação, você pode oferecer uma unidade por família”, comenta Anderson.

12 ideias de modelos para escolher


Muitas são as opções na hora de escolher o modelo de lembrancinha. Para não errar e garantir um resultado que te agrade, o conselho de Anderson Lé é, além de pensar no custo/benefício, considerar também o tipo que mais combina com a personalidade da família. “Tudo deve ser escolhido de acordo com o gosto de cada um: o cliente que fecha uma lembrancinha sem ter certeza do que realmente deseja, sempre acaba vendo o resultado final de forma negativa”, garante Anderson.

Além disso, leve em conta como você espera que o visitante reaja à sua lembrancinha. Se não quer investir em algo que pode acabar indo parar no lixo, aposte em modelos que tenham utilidade. Como comenta Anderson, “as lembrancinhas que servem como enfeite ou até mesmo podem ser utilizadas no dia a dia com certeza terão uma durabilidade maior”.

Uma outra opção é oferecer lembrancinhas comestíveis. Embora este tipo de lembrança tenha uma vida mais curta, o oferecimento de doces e bebidas aos visitantes é um costume tradicional e que frequentemente agrada. Se a sua intenção é proporcionar uma boa experiência que não está necessariamente atrelada a um objeto, os tipos comestíveis são a melhor opção.

Confira algumas ideias de modelos populares para escolher o que mais tem a ver com a sua celebração.visite o site abaixo

http://www.dicasdemulher.com.br/lembrancinha-de-maternidade/

É HOJE FARREIA CAMPO REDONDO!

11125482_461979620629173_113290877_n

João Kléber perde ‘Teste de Fidelidade’ na Rede TV!

image
Este domingo (10) será o último em que o programa “Teste de Fidelidade” será exibido na Rede TV!. O apresentador, João Kléber, e a emissora chegaram a um consenso e acharam melhor terminar com a atração que, além de ter um gosto duvidoso, andava muito pesada ultimamente, abusando da nudez e fazendo chover reclamações no canal. Segundo uma fonte do blog, ele queria já há um tempo acabar com o “Teste”, já que pretende mudar sua imagem. O programa reestreou na Rede TV! em março de 2013, aos sábados. Depois, passou para as noites de domingo. João ganhará um novo programa, no melhor estilo do “Cassino no Chacrinha” (que ele chegou a comandar na Globo no fim dos anos 1980 por conta dos problemas de saúde de Abelardo Barbosa), no segundo semestre.
yahoo

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Como é a bolsa da mulher de cada signo: veja características reveladoras

Segundo a astrologia, seu signo pode influenciar a maneira como você se veste, e isso inclui uma das paixões de muitas mulheres: as bolsas. A astróloga Camila Colaneri lista a bolsa que mais combina com a mulher de cada signo. Segundo ela, outros aspectos do seu mapa astral que têm a ver com seu estilo e seu modo de se apresentar também podem ser observados, como o ascendente ou a localização de Vênus.


Áries
Praticidade é a palavra-chave para a bolsa da ariana. Nem pense em botões complicados, milhares de bolsinhos, lacinhos que exijam muito tempo ou esmero para serem amarrados ou desamarrados, ou alças que ficam caindo dos ombros. Ela não tem paciência para isso e quer algo que se adeque a seu estilo de vida dinâmico e sempre em movimento. As arianas gostam de novidade, então, modelos que acabaram de ser lançados podem agradar, assim como cores fortes e quentes (laranja, amarelo e vermelho), que energizam esse signo.

Touro

Taurinas são normalmente bastante seguras com seu dinheiro, mas não deixam de valorizar tudo aquilo que é nobre e de boa qualidade. Por isso, a relação “custo-benefício” vai ser levada muito em conta na bolsa deste signo, que pode gostar de materiais duráveis, que mostrem bom gosto, como o couro, e de modelos “de marca”. Apegadas às tradições, as mulheres deste signo também gostam de um estilo mais retrô. Como são precavidas com a fome que tanto as incomoda, as taurinas provavelmente têm um lanchinho dentro de qualquer bolsa que carreguem.
Gêmeos

O importante é, principalmente, estar na moda, ser leve e fácil de carregar, porque a geminiana está sempre indo de um lado para o outro e é ligada na tomada, dificilmente deixando escapar alguma informação sobre o que está em alta e o que já virou brega. Mutável, volátil e voltada para mil assuntos ao mesmo tempo, a mulher de Gêmeos gosta também de modelos versáteis, daqueles que podem ser usados de diversas maneiras – transpassada, alça curta, alça longa, etc – para combinar com suas várias faces.
Câncer

Uma das mulheres mais românticas e femininas do Zodíaco, a canceriana vai querer dar esse toque à sua bolsa. As cores são predominantemente claras, e os modelos podem ter aplicações ou detalhes de coisas bem “mulherzinha”, como pérolas, rendas ou flores. A canceriana é também extremamente ligada à família e ao lar e por isso ama tudo que herda de seus entes queridos. Objetos ou adereços de família – incluindo as bolsas – são a cara da mulher deste signo.
Leão

Eis aqui um signo que gosta de chegar, aparecer e estar sempre no centro das atenções. Isso não significa que leoninas sejam bregas, cafonas ou espalhafatosas: muito pelo contrário. As nativas deste signo do Zodíaco gostam de chamar a atenção por tudo que denota bom gosto, pelo luxo e por aquilo que é único, porque elas gostam de se sentir únicas. Leoninas não vão querer aquela bolsa com modelo "batido", que todo mundo tem e que a amiga está usando, e sim um modelo que seja exclusivo para elas, de preferência em que a marca seja bastante valorizada e a cor seja forte e marcante.
Virgem

O principal é que não acumulem sujeira, porque as virginianas detestam falta de higiene ou coisas que aparentem estar encardidas. Modelos de cores escuras caem bem. Se sujar, então que seja fácil de limpar. As virginianas são organizadas e metódicas, e a bolsa tem que servir a este propósito. Por isso, é melhor se o modelo tiver compartimentos funcionais, onde ela poderá guardar seus lembretes, papeis com informações minuciosamente anotadas, post-its e cartões, tudo bem “preso”, porque ela não vai gostar de ter organizado esses itens e depois abrir a bolsa e ver que seu esforço foi em vão, com tudo misturado lá dentro. Os modelos mais estruturados combinam com esse signo.

Libra

As librianas adoram arte e são providas de muito bom gosto. A pedida aqui é um modelo clássico, que seja elegante sem perder a feminilidade. As mulheres deste signo gostam de materiais de boa qualidade, cujo toque na pele as agrade. Estilosas, não vão abrir mão de trocar de bolsa para cada ocasião, e uma clutch, por exemplo, é uma excelente opção para eventos noturnos.
 

Escorpião
A intensidade das mulheres deste signo não as deixa em paz nem na hora de montarem um look. Para comprarem alguma coisa, elas vão precisar realmente estar apaixonadas pelo item, e isso inclui as bolsas. Escorpianas gostam de modelos marcantes, que denotem mistério e sensualidade. O preto aqui é a cor favorita, e o material, o couro (pode ter algum detalhe em renda também). Toques de estilo, como botões diferentes, também têm a chance de conquistar o coração das nativas de Escorpião.
 
Sagitário

Essas mulheres são aventureiras, amam a liberdade e sempre que podem estão viajando. Modelos leves, básicos e com pegada esportiva são aqueles que caem no gosto das sagitarianas. A bolsa não pode ser muito pequena, já que a mulher deste signo normalmente carrega muita coisa consigo, e nem muito delicada, porque precisa aguentar bem “o tranco” da vida sempre em movimento das sagitarianas. Elas não vão deixar de fazer nada porque estão com a bolsa da marca X ou Y; gostam de curtir a vida, e a bolsa precisa fazer esse estilo.
 

Capricórnio
As capricornianas costumam ser sérias e valorizar o trabalho mais do que qualquer outro signo. Por isso, bolsas tradicionais, com inspiração executiva, são as favoritas dessas mulheres, que gostam de passar a impressão de competência, profissionalismo e de que não estão ali para brincadeiras. Além disso, controlam muito suas finanças, e vão achar melhor ter uma bolsa de muito boa qualidade, do que várias “mais ou menos”. Cores escuras e sóbrias são as que mais agradam.
 
Aquário

Aquarianas amam novidade e adoram tudo que é excêntrico, até com um toque futurista. O importante é a peça ter personalidade, e a mulher e sentir que está sendo diferente de todo mundo, já que elas não são muito fãs de estar dentro de padrões ou de seguir regras. Não precisa ser a bolsa inteira diferente, basta um detalhe mais moderno, como um zíper ou o formato da bolsa.
Peixes

Essas mulheres são sonhadoras e desconectadas das coisas materiais. Bolsas de marca não enchem seus olhos, e ela não gosta de convenções. Por isso, raramente vai seguir a moda. Piscianas preferem, por exemplo, modelos artesanais, adquiridos em algum brechó, estilo “hippie”, de materiais leves e delicados, como seda, por exemplo, com aplicações femininas e românticas, que façam jus a toda criatividade que as nativas de Peixes têm dentro de si. O modelo “saco” é uma boa pedida, e se tiver um ar retrô, melhor ainda.

Depilar com lâmina: 8 erros que você comete e detonam sua pele

Mesmo as adeptas da cera acabam, uma vez ou outra, lançando mão da boa e velha gilete para raspar os pelos das pernas ou das axilas. A lâmina elimina os pelos indesejados de maneira rápida e prática. Em compensação, eles podem crescer. Para minimizar esse e outros efeitos, evite os 8 erros a seguir.
visite o site abaixo !!!

http://www.bolsademulher.com/beleza/depilar-com-lamina-8-erros-que-voce-comete-e-detonam-sua-pele

Bolsa de Mulher 

Consumir açúcar ajuda a controlar o estresse, diz estudo

Segundo a pesquisa, açúcar pode deixar o estresse longe de você
Muitas pessoas consomem doces em resposta ao estresse e, agora, os pesquisadores descobriram os motivos. O açúcar reduz os níveis de cortisol, o hormônio responsável por esse estado emocional.

Os cientistas recrutaram 19 mulheres. Oito consumiram bebidas adoçadas com aspartame, tipo de adoçante que substitui o açúcar comum, durantes 12 dias. O restante ingeriu os mesmos líquidos contendo 25% de sacarose.

Os pesquisadores mediram os níveis de cortisol da saliva das participantes antes e depois do experimento. Elas também foram submetidas a exames de imagem por ressonância magnética, enquanto resolviam testes de aritmética, cujos níveis superavam a capacidade de resolução delas --procedimento conhecido por aumentar os níveis de cortisol.
Publicado no periódico "The Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism", o estudo não encontrou diferenças entre os grupos nas medições de cortisol realizadas antes da dieta. Todavia, após a dieta, os níveis de cortisol foram menores para o grupo que consumiu açúcar e maiores para os que usaram aspartame.

Os exames de ressonância mostraram uma atividade maior do cérebro nas áreas que controlam o medo e o estresse para o grupo que consumiu açúcar e uma movimentação cerebral inferior entre o grupo do adoçante.

Kevin D. Laugero, um dos autores do estudo e nutricionista do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, afirmou que não devemos inferir que o açúcar deva ser usado para reduzir o estresse. Entretanto, "as descobertas são intrigantes, pois sugerem a existência de uma via metabólica sensível ao açúcar fora do cérebro, que pode expor novas áreas de tratamento de doenças neurocomportamentais e relacionadas ao estresse".
UOL

Gilmar Mendes dá mais 60 dias para PF concluir investigação sobre Aécio

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu mais 60 dias para a Polícia Federal (PF) concluir as investigações ...