quinta-feira, 30 de março de 2017

Nossa dica para hoje!!

Para tudooooo!! Lindos vestidos em promoção na Loja tereza Feshion corre lá e confira.
30% de desconto na compra de qualquer vestidos a vista.

 A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé  A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé    
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e listras   A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e listras
 A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé


A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé 
A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé 

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé

segunda-feira, 27 de março de 2017

5 maneiras de acabar com as formigas na cozinha

“Se um dia as formigas te atacarem, não ligue. Afinal, você é um doce!” Você se lembra dessa frase tradicional nos antigos “cadernos de recordação”?
A frase fazia muito sucesso naquela época, mas hoje, exceto se você for uma bióloga, certamente não vê graça nenhuma em ter formigas na sua vida, ainda mais na sua cozinha.

Mesmo que você mantenha tudo muito limpo, não é raro que esses insetos apareçam na sua cozinha e ataquem os alimentos que estão fora da geladeira.

As espécies de formigas urbanas se alimentam de açúcar e proteínas, então é da natureza delas se dirigir para ambientes ricos nessas nutrientes.

Mas isso não significa que você deva simplesmente estender o tapete vermelho para recepcionar essas intrusas. Veja 7 maneiras de acabar com as formigas na sua cozinha:

1. Truque do detergente
Misture uma parte de água e uma parte de detergente e coloque o líquido em um fraco com spray. Borrife a mistura nos cantos, frestas e outros espaços que possam abrigar ninhos de formiga.

2. Vinagre
Depois de limpar a cozinha, borrife vinagre no piso, especialmente nos cantos, para evitar que os insetos apareçam.
3. Proteja seu açucareiro
Para evitar que as danadas das formigas invadam seu açucareiro, sempre coloque um pedaço de casca de limão ou de laranja dentro dele. O cravo-da-índia também funciona.
4. Sachês de cravo e canela
Encha saquinhos de tule com cravo-da-índia ou pedaços de pau de canela e espalhe pelo ambiente. Os óleos essenciais desses ingredientes espantam as formigas. Não se esqueça de trocar os sachês a cada duas semanas.
5. Pimenta-caiena e borra de café
Se você sabe onde está o buraco por onde saem as formigas, tampe-o com uma porção de pimenta-caiena ou borra de café – esta última é mais indicada para casas com crianças ou animas, pois não vai causar reações desagradáveis caso seja engolida.

UM NOVO VENCEDOR !


VSR, doença que acometeu filho de Felipe Andreoli, é um perigo para os bebês

Felipe Andreoli e Rafa Brites com o bebê, que recebeu alta
O vírus sincicial respiratório (VSR) deixou o filho do casal de apresentadores Felipe Andreoli e Rafa Brites internado na UTI de um hospital por seis dias. Rocco, de 1 mês, recebeu alta na última quarta-feira e, nas redes sociais, a mãe desabafou e fez um alerta: “Atenção, papais, redobrem o cuidado nessa época do ano com o VSR. Álcool gel em tudo. Máscara em quem estiver com algum sintoma. Evitar lugares fechados”.
O VSR, que pode atingir crianças e adultos, é sazonal e, nas regiões Sul e Sudeste, a temporada de maior circulação se dá entre os meses de março e julho. Em crianças acima de 2 anos e em adultos saudáveis causa sintomas semelhantes aos de um resfriado, mas pode ser fatal em prematuros ou com fatores de risco associados, como doenças pulmonares e no coração.


— Quem pega uma vez não fica com imunidade para o resto da vida. As infecções subsequentes podem passar como um resfriado comum. Quando acomete bebês saudáveis, dificilmente se hospitaliza. Mas, naqueles que estão no grupo de risco, aumenta em 16 vezes o nível de hospitalização — comenta o médico Renato Kfouri, presidente do Departamento de Imunizações da Sociedade Brasileira de Pediatria e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações.
Bronquiolite e pneumonia são as formas mais frequentes de infecção causada por VSR, transmitido pelo contato. A longo prazo, pode causar chiado recorrente no peito.


Imunização para os grupos de risco no SUS
Como o vírus tem sua ação mais perigosa em alguns grupos específicos de bebês, a imunização para estes é fundamental, recomenda Kfouri.
— A imunização contra o VSR é oferecida pelo Sistema Único de Saúde para bebês prematuros nascidos com até 28 semanas de gestação, durante o primeiro ano de vida, assim como para bebês com displasia broncopulmonar e cardiopatias congênitas até os 2 anos — diz o médico.
Não existe um tratamento específico para a infecção por VSR, apenas para os sintomas. Por isso, algumas medidas profiláticas (veja acima) para evitar o contágio, que ocorre pelo contato, e a transmissão do vírus são essenciais.
Como tem sintomas muito similares aos da gripe e por ser pouco conhecido, muitas vezes os bebês não recebem o tratamento adequado.
Os pais e responsáveis precisam ficar atentos aos sinais do corpo do bebê. Se apresentar cansaço excessivo, chiado no peito e falta de ar, é a hora de levar a uma Unidade de Pronto Atendimento. O mesmo vale para quando o bebê não estiver conseguindo se alimentar direito



Graciele Lacerda prestigia show de Wanessa Camargo


Graciele Lacerda aproveitou ao lado de Zezé Di Camargo e prestigiou o show de Wanessa Camargo no Estádio do Mineirão.

Apesar das brigas, a jornalista usou seu Instagram Stories para postar diversos vídeos do show em que aparece cantando músicas da enteada junto com o namorado. "Babando", declarou Graciele em uma das publicações.

Zilu Camargo também marcou presença no show da filha. "Parabéns filha... A cada show, vc me orgulha ainda mais como mãe e fã!! Amo você", escreveu nas redes sociais.

quarta-feira, 22 de março de 2017

5 sinais que as nossas unhas da mão podem dizer sobre nossa saúde

Não é segredo nenhum que a maior parte das mulheres adora exibir unhas coloridas com um esmalte novinho em folha, recém-saídas da manicure.
As unhas são uma parte importante da estética feminina. Seja no dia a dia ou em uma ocasião especial, as mulheres costumam se preocupar com a cor do esmalte, o estado das cutículas e o comprimento de suas unhas.

Mas você sabia que, além de contribuir para a nossa autoestima e ajudar a compor o visual, nossas unhas revelam como anda nossa saúde?

Algumas alterações nas unhas podem indicar que um problema de saúde está se instalando em nosso organismo. Conheça esses sinais e fique atenta.


1. Unhas com manchas brancas
Bastante comuns, as manchas brancas que aparecem nas unhas podem ser causadas por uma pancada na região. Além disso, elas podem indicar uma possível deficiência de zinco ou, então, a instalação de uma anemia.

2. Unhas quebradiças

Se você tem o costume indesejável de roer suas unhas, é possível que elas sejam quebradiças. Porém, se este não for o caso, unhas que se quebram facilmente podem indicar alguns problemas de saúde.

Entre eles, estão a deficiência de ácido fólico, de vitamina C ou de proteínas, a anemia e a desnutrição. Se, além de serem quebradiças, suas unhas ainda apresentarem furos, pode ser um sinal de psoríase.

3. Unhas pálidas ou com coloração alterada

Unhas saudáveis apresentam uma coloração rosada e tendem para o branco mais próximo à base. Se as suas unhas estão descoloridas ou apresentam coloração diferente disso, fique atenta, pois esses são sinais de alguns problemas de saúde.

Unhas pálidas: anemia ou deficiência de vitaminas;
Unhas brancas: problemas no fígado;
Unhas esverdeadas: infecção causada por bactérias;
Unhas com listras vermelhas: infecção nas válvulas do coração;
Unhas azuladas ou arroxeadas: baixos níveis de oxigênio no sangue.
4. Unhas grossas

Ter unhas fortes e resistentes é diferente de ter unhas grossas em excesso. Quando elas se tornam difíceis de cortar, pode ser sinal de algum problema.

Unhas que ficam grossas e enrugadas possivelmente estão com uma micose, isto é, uma infecção por fungos.

Unhas grossas e quebradiças, por sua vez, podem indicar um problema na tireoide ou psoríase. Já o engrossamento repentino pode ser sinal de um problema no pulmão ou na circulação.

5. Unhas com listras pretas


Unhas que apresentam listras pretas devem ser investigadas o mais rápido possível, pois este pode ser um sinal de melanoma, um tipo de câncer de pele extremamente agressivo. Ao perceber este sinal, marque uma consulta médica com urgência.

Mais do que um símbolo da beleza, as unhas fazem parte do nosso organismo e estão conectadas com os demais órgãos que compõem o nosso corpo, sendo capazes de refletir nosso estado de saúde geral. Vale a pena prestar atenção nelas além da próxima cor de esmalte que vamos usar, certo?

Alice Maciel No Deserto !


Maxixe ajuda a fortalecer o sistema imunológico e tem poder antioxidante


Popular em alguns lugares do Brasil, em outros, nem tanto, o maxixe é uma hortaliça de origem africana que oferece diferentes benefícios à saúde e pode dar um toque especial a algumas receitas. Podem ser utilizados tanto seu fruto como suas folhas.
Mariellen Emidio Figueroa, nutricionista do Kurotel – Centro Médico de Longevidade e Spa de Gramado, explica que a hortaliça é bastante cultivada e consumida na região Norte e Nordeste do Brasil.

“O fruto maduro é cozido com ingredientes típicos do nordeste originando o prato ‘maxixada’. Já o fruto verde cru é utilizado no preparo de saladas ou no preparo de conservas como picles”, comenta a nutricionista.

As folhas do maxixe são ricas em fibras e clorofila, de acordo com Mariellen, podendo ser refogadas de forma semelhante à couve, mas deixa na boca uma sensação de leve ardência. “Já o fruto do maxixe tem sabor suave, lembrando o pepino”, diz.

Bons motivos para incluir o maxixe no seu cardápio
Se você nunca experimentou e/ou, simplesmente, não tem o hábito de consumir maxixe, pode se inspirar com os benefícios oferecidos pelo maxixe, listados abaixo!

1. Fortalecimento do sistema imunológico

Mariellen explica que o maxixe é rico em zinco, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, vitaminas B1, B2, B3 e C. “Estes nutrientes são benéficos para o funcionamento adequado do metabolismo e fortalecimento do sistema imunológico. Mas, quando o maxixe é cozido ele perde parte destes nutrientes, por isso, o ideal é ser consumido cru”, diz.

2. Poder antioxidante

A especialista destaca que pesquisas recentes têm evidenciado a presença de substâncias antioxidantes, como os compostos fenólicos (ácido gálico), que possuem ação anti-inflamatória, combatendo os radicais livres e protegendo o organismo contra o envelhecimento precoce e as doenças degenerativas (como o câncer).

3. Prevenção da osteoporose

Devido à presença de cálcio, o maxixe ajuda na boa manutenção de ossos, dentes e cartilagem, ajudando, assim, inclusive a prevenir a osteoporose.

4. Prevenção da anemia

Fonte de ferro, o consumo de maxixe pode ajudar tanto na prevenção como no tratamento da anemia.

5. Benefícios para a pele

Devido à presença de vitamina C, o alimento ajuda na manutenção da saúde e beleza da pele.


Assim, conclui-se que o maxixe é um alimento benéfico para a saúde como um todo. Se você ainda não consome, vale a pena pelo menos experimentar!

5 truques que toda dona de casa precisa saber

Foto: Getty Images
Na correria do dia-a-dia, pode ser um grande desafio manter a casa organizada e conseguir desempenhar todas as tarefas domésticas. Além disso, pequenos acidentes são comuns mas nem sempre conseguimos decifrar as soluções rapidamente.

Riscou sem querer o sofá com a caneta? Colocou a camiseta sem o desodorante secar e ficou com manchas? Foi pintar o cabelo e acabou sujando a roupa de tinta? Tentou fazer uma gelatina para a sobremesa mas ela ficou toda despeçada na hora de desenformar? Essas coisas acontecem mais do que gostaríamos, mas não são motivos para estragar o dia de ninguém: as soluções podem ser muito mais simples do que você imagina!

Para driblar as situações mais diversas do cotidiano, é muito útil saber alguns truques. Afinal, deixando as atividades mais práticas – na cozinha, na organização ou na limpeza – sobra muito mais tempo livre para aproveitar de outras formas.


Confira a seguir algumas dicas simples, práticas e rápidas que podem mudar a forma como você encara um contratempo doméstico, nos mais diferentes cenários.

Preparo e cozimento de alimentos

1. Afiar a faca sem amolador: vez ou outra as facas nos deixam na mão na hora de preparar uma refeição e o amolador nem sempre está por perto. Mas, usar o amolador não é a única maneira da dar um jeito naquela faca cega! Basta pegar uma caixinha de fósforo e afiar a lâmina da faca na mesma faixa em que se risca o fósforo.

2. Manter sanduíches frescos: o sanduíche é prático, rápido e um grande salvador de momentos em que até o tempo para comer está curto. Você pode ampliar ainda mais essa praticidade preparando vários sanduíches de uma vez, para ter um lanche pronto em vários momentos. Para mantê-los fresquinhos, coloque algumas folhas de alface sobre um papel alumínio, coloque o sanduíche por cima, embrulhe e guarde na geladeira.

3. Engrossar o caldo do feijão: se você gosta do feijão com o caldo mais encorpado mas não consegue esse efeito no cozimento, retire da panela uma concha do feijão cozido e amasse os grãos. Depois, devolva a pasta para a panela, mexa bem e deixe ferver por mais alguns minutos.

4. Evitar o ressecamento da carne assada: antes de culpar o seu forno pelo ressecamento de um frango assado, preste atenção ao tempero usado na carne! O vinagre e o limão acrescentados antes da carne ir ao forno podem deixá-la ressecada. Laranja e abacaxi são boas substituições para esses ingredientes.


 
5. Amaciar a manteiga gelada: usar a manteiga gelada pode acabar se tornando uma prova de força e paciência, principalmente em dias mais frios. Para agilizar o processo e deixá-la molinha com mais rapidez, aqueça uma tigela com água quente e cubra a manteiga com ela, como se fosse uma estufa.

Matéria completa 
http://www.dicasdemulher.com.br/truques-que-toda-dona-de-casa-precisa-saber/

sexta-feira, 17 de março de 2017

Entenda como age o chocolate que dizem ser capaz de combater a cólica menstrual

calda de chocolate 116 400x800
Tensão pré-menstrual, a famosa TPM também pode ser traduzida como Totalmente Pirada e Maluca. Nessa fase do mês, não há nada que possa ser mais reconfortante do que uma deliciosa barra de chocolate.

Agora, imagine se o chocolate fosse capaz, além de acalmar os ânimos, de combater a cólica menstrual? Sim, aquela dor aguda que nos faz querer chorar todo mês.

Parece que esse sonho já se tornou realidade: Marc Widmer foi o dono da brilhante ideia de criar um chocolate capaz de acabar com as cólicas menstruais e abdominais das mulheres e para relaxar em outros momentos da vida.

Para aliviar a cólica
“Frauenmond” (“Lua da Mulher”, em português) é o nome do chocolate combinado com 17 ervas escolhidas dos Alpes Suíços, criado com a ajuda da fito e aromaterapeuta Claudia Juma-Hotz.

Com 60% de cacau, ele promete aumentar os níveis de serotonina e teobromina, responsáveis pelo bom humor, e também estimula a liberação da endorfina, responsável pela sensação de felicidade.
Em entrevista para o jornal suíço 20 Minuten, Widmer revelou que a intenção inicial mesmo era um produto especial para deixar o período da menstruação mais confortável.

Segundo a especialista em ginecologia Vera Gojic, ele possui magnésio, que ajuda a diminuir as cólicas.

“Eu imagino que a combinação entre o doce e as ervas pode ajudar com os problemas menstruais”, explicou ela. Uma pequena quantidade, ¼ de barra, já é suficiente para dar o efeito.

Com efeitos relaxantes, o chocolate também pode ser consumido por homens.

Onde comprar
O produto custa em torno de 12 dólares (cerca de R$ 41), mas por enquanto, ainda não está disponível no mercado.

O projeto já está em andamento, mas está em fase de arrecadação de fundos por uma campanha de crowdfunding, necessária para cobrir os custos iniciais da produção. Veja mais no vídeo a seguir:

Não é Michel Júnior: nome do 2º bebê de Thais Fersoza será homenagem ao marido

thais fersoza michel telo 032017 400x800
Grávida pela segunda vez e com a primogênita prestes a completar 8 meses de vida, Thais Fersoza conta que adora a experiência de ser mãe. Ela e o marido, o sertanejo Michel Teló, inclusive, não descartam a possibilidade de terem mais bebês no futuro.

"Eu amo ficar grávida! Eu adoro, eu amo ser mãe, eu amei a experiência. Me sinto completa, me sinto realizada. Não digo que vai parar por aqui. Se a gente, daqui um tempo, quiser ter mais, a gente vai ter mais. Por enquanto, a gente está bem realizado com nosso casalzinho", diz bem animada.
Melinda, a primeira filha do casal, recebeu este nome após um sonho da atriz da Record. Desta vez, o nome do menino que está gerando será uma homenagem ao pai, mas ela garante: nada de Michel Júnior.

"Esse menininho vai ser uma homenagem ao Michel. Ainda estamos batendo o martelo. Sempre falamos nesse nome. Vamos começar a montar o enxoval com nomezinho dele", conta ainda fazendo mistério.

Enxoval do bebê

Thais e Teló começaram a montar o enxoval nos Estados Unidos, durante as férias do casal, então as roupinhas do bebê já estão compradas. Agora, ela está ocupada com os preparativos para o quartinho que vai recebê-lo.
"É tudo de novo, mas é tudo muito novo! Antes era uma menina, agora é um menino. É um universo totalmente diferente. Estamos começando agora a entender, sair das bonecas e ir para os super-heróis", afirma.

Enxaqueca sem tratamento aumenta risco de depressão e até AVC. Saiba como tratar a doença

enxaqueca1 Enxaqueca sem tratamento aumenta risco de depressão e até AVC. Saiba como tratar a doença
Lá no começo de dezembro escrevi um post contando para você o quanto eu sofro (agora menos e já já vocês entenderão melhor) de enxaqueca. Relatei as minhas dores insuportáveis de cabeça — que por vezes vêm acompanhadas de náuseas, vômitos, fobia a luz etc.
Estava bem cansada e desanimada de ter passado por tantos médicos desde a adolescência, sem nenhum tratamento efetivo. Mas estava sofrendo tanto que havia prometido a mim mesma que após meu casamento (que aconteceu no fim de setembro) eu investiria em um BOM especialista na área para melhorar de vez da enxaqueca (ou pelo menos tentar). Foi então que descobri a neurologista Thais Villa, chefe do setor de cefaleia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e diretora clínica da Headache Center Brasil.
Marquei a consulta no início de dezembro. Foram quase duas horas dentro do consultório. Relatei todo meu histórico (pai e mãe com mesma doença), dores desde adolescência..etc etc. RESULTADO: diagnóstico: enxaqueca crônica: ou seja, Vanessa (eu mesma) sofro de mais de 15 dias de dores de cabeça no mês (eu fiquei muito chocada com essa informação).
Mas então como resolver? Hoje em dia, o tratamento da enxaqueca deve se basear em prevenir as crises, ou seja, evitar que elas aconteçam, me explicou a neurologista.
— Os chamados medicamentos preventivos são os mais estudados e podem ser eficazes em evitar as crises. Nos últimos cinco anos, a toxina botulínica aparece uma opção importante para prevenção da enxaqueca crônica. Terapias não medicamentosas como a neuroestimulação ajudam também, como a terapia psicológica, acompanhamento nutricional, fisioterapia, exercícios físicos orientados. Então, novos estudos na área mostram que o tratamento preventivo combinando terapias medicamentosas e não medicamentosas pode ser mais eficaz na prevenção das crises de enxaqueca.
No meu caso, a médica me prescreveu o uso do medicamento preventivo, a toxina botulínica, além da neuroestimulação (aparelho que gera pequenos impulsos elétricos e ajuda no tratamento e combate a dor). Infelizmente, por uma questão financeira, ainda não pude aplicar o botox. Mas quero fazer assim que possível. Até porque os planos não cobrem e tampouco o SUS, mas podemos tentar o reembolso.
No caso dos remédios de prevenção, Thais ainda me explicou que eles são usados “em pessoas que têm enxaqueca com frequência semanal ou maior, ou crises muito incapacitantes que não respondem ao tratamento somente da dor, que é feito com analgésicos”.
— O tratamento deve ser feito por no mínimo seis meses, mas sua duração deve ser individualizada. Espera-se com medicações preventivas uma melhora de 50% da frequência e intensidade das crises após  dois ou três meses de uso continuo, ou seja, tomado diariamente.
Como já expliquei pra vocês, a minha enxaqueca é crônica. Mas há quem tenha a episódica. Nesses casos, o tratamento é realizado "com mudanças de estilo de vida, ou seja, evitando situações desencadeantes e terapias não medicamentosas e, se mais frequente que uma vez por semana e crises muito intensas, a medicação preventiva deve ser escolhida pelo neurologista de acordo com cada paciente”, disse Thais.
Botox para enxaqueca?!
Você já ouviu falar em toxina botulínica, o famoso botox, para tratar enxaqueca? Para mim foi total novidade! Segundo a neurologista, o “tratamento é eficaz e especifico para enxaqueca crônica, principalmente aquelas onde vários outros remédios deram pouca ou nenhuma resposta". Também pode ser usada em casos de pessoas com dor de cabeça quase diária ou todos os dias uso excessivo de analgésicos, que gera a chamada dor rebote, e uma piora ainda maior da enxaqueca.
— Na enxaqueca crônica a frequência alta de dor de cabeça mantem um processo de inflamação continuo, e essa inflamação crônica também gera mais dor, um ciclo vicioso que precisa ser quebrado. A toxina botulínica vai agir bloqueando essas substâncias inflamatórias e evitando nova inflamação e novas dores de cabeça, um tratamento preventivo especifico e eficaz para descronificação da enxaqueca.
Melhorei quase 50% em 1 mês, viu!
Retornei ao consultório a semana passada e e constatamos que em 30 dias melhorei 40% da minha enxaqueca (menos dias de dores e menos dores fortes). O remédio fez muito efeito e certamente o uso do Cefaly, o aparelho de neuroestimulação que estou utilizando 20 minutos por dia, também está ajudando no processo.
diario da cafaleia2 300x162 Enxaqueca sem tratamento aumenta risco de depressão e até AVC. Saiba como tratar a doença
Mas como nós concluímos que houve melhora? Fazendo o diário da enxaqueca que funciona da seguinte forma: todos os dias que sinto dor de cabeça, eu anoto a data, o horário do início da dor, o que eu comi na refeição anterior e se tomei ou não remédio. Assim, a médica consegue ter o controle.
Tem até aplicativo para isso. Eu uso da Sociedade Brasileira de Cefaleia (veja foto ao lado). É muito fácil de usar. Aliás, se você sofre dessa doença, comece a adotar esse hábito agora mesmo! Vai te ajudar a ter uma noção da gravidade do problema.
Psicólogo faz parte do  tratamento
O gatilho número 1 da enxaqueca para a maioria das pessoas e o estresse emocional e ansiedade, explica Thais. Além disso, é comum a associação de sintomas de ansiedade e mesmo depressão em pessoas com enxaqueca. Por isso, é importantíssimo que o paciente que sofra com essa doença busque ajuda também de um psicólogo.
— A psicologia faz uso de várias técnicas para auxiliar na prevenção da enxaqueca como terapia cognitiva comportamental para saber lidar com esses gatilhos de ansiedade e depressão, e técnicas de relaxamento como biofeedback, para melhor prevenção da dor de cabeça. Esse tratamento e especialmente eficaz em pessoas com enxaqueca crônica.
Rémedio, botox, nutricionista... enxaqueca exige uma equipe multidisciplinar
Os gatilhos da doença, conforme expliquei no meu outro texto, são vários. E o tratamento da enxaqueca e dores de cabeça combinando terapia medicamentosa e não medicamentosa pode ser mais eficaz na prevenção e controle da doença, segundo explicou a médica.
— Morei nos EUA por um ano fazendo pesquisas na área de dor de cabeça e enxaqueca. E lá conheci esse conceito dos “Headache Centers”, clinicas voltadas especificamente para o tratamento das dores de cabeça que ofereciam tratamento médico e multidisciplinar para seus pacientes. Eu planejei trazer esse modelo de tratamento para o Brasil e em 2016 inauguramos o primeiro centro de tratamento multidisciplinar e integrado da dor de cabeça do pais. O tratamento da enxaqueca deve ser individualizado, já que a doença tem muitos aspectos genéticos e também ambientais que precisam ser abordados e são diferentes de pessoa para pessoa. Procuramos oferecer um plano de tratamento para cada pessoa com dor de cabeça, levando em conta seu diagnóstico, histórico, gravidade, experiências anteriores, seus desejos e necessidades. Essa parceria garante um tratamento com muito mais chance de sucesso.
Porque enxaqueca não tratada...
Pode levar a “cronificação da doença, ou seja, as crises ficam mais frequentes e intensas, levar ao uso excessivo de analgésicos, que além de não tratar a doença, aumenta riscos de transtornos de ansiedade, depressão, distúrbios de sono, dificuldades de atenção e memória e, em casos da chamada enxaqueca com aura, aumenta riscos de AVC e infarto cardíaco. Isso sem contar a queda de produtividade, os dias de trabalho e lazer perdidos e a piora marcante e progressiva da qualidade de vida”.

Gilmar Mendes dá mais 60 dias para PF concluir investigação sobre Aécio

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu mais 60 dias para a Polícia Federal (PF) concluir as investigações ...